quarta-feira, 13 de julho de 2016

Projeto Tendências e Versatilidade.

Olá!

Meninas, e hoje é dia de mais um look para o projeto tendências e versatilidade, que aliás é o último look, pois chegamos ao final do projeto, e já deixa saudades...❤
E o tema de hoje consiste em montar um look com botas ou tênis, então a minha escolha foi usar o mesmo look, trocando os sapatos e acrescentando alguns acessórios. Vejam! *.*

Para o primeiro look, escolhi minha saia branca de couro fake velha de guerra aqui no blog...kkkk..., com um suéter bordado em pérolas na cor vermelha, combinando com as botinhas que são da mesma tonalidade do suéter, e a bolsa usei azul marinho, porque amo a mistura do vermelho com o azul marinho e "quebra" um pouquinho o vermelho e branco.
Ah, não podendo esquecer do lenço/ bandana, que na minha opinião dá sempre um charme á mais em qualquer look ❤...

OBS: Essas fotos acima foram tiradas no Museu da Vista Alegre Porcelanas.






E para o segundo look, troquei a bota pelo tênis, acrescentei a jaqueta jeans, e o lenço/ bandana usei na alça da bolsa...





E a comparação dos looks...


E conheçam minhas amigas desse projeto fashion.


E me despeço aqui desse projeto fashion, agradecendo á Deus por ter colocado pessoas tão especiais na minha vida, e que partilham diariamente experiências, e essa troca é fundamental em qualquer circunstância em nossa vida...Agradeço também as minhas amigas bloggers, e a vocês que estão comigo diariamente. Muito obrigado!!! 
Aguardem os próximos desafios fashion ;-)!

Um bjinho ❤

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Look de final de semana.

Olá!

Meninas, mas uma semana que se inicia, e como hoje é segunda-feira, vim compartilhar o look que usei para ir conhecer uma cascata.
Vejam! *.*

Escolhi um vestidinho leve em viscolycra azul marinho, coloquei spadrilles de listras, e fiz um leve mix de estampas com o lencinho, bolsa amarela para dar um toque de cor e contrastar com a estampa do lenço.







Um pouquinho da cascata...
Para quem quiser conhecer a Cascata da Cabreia, localiza-se na Serra da Cabreia na freguesia da Silva Escura, concelho de Sever do Vouga e distrito de Aveiro em Portugal.







Look simples, leve e confortável, ótimo para lugares assim não acham?

Espero que tenham gostado.

Tenham uma excelente e abençoada semana...Bjinhos

domingo, 10 de julho de 2016

Aventura em Passadiços do Paiva.

Olá!

Meninas, já estava com saudades de fazer esses posts, onde divido a experiência de conhecer mais um cantinho de Portugal com vocês, quem se lembra desses posts? Pois bem, e hoje vim compartilhar a experiência incrível e de muita superação pessoal, que foi conhecer um paraíso em Portugal chamado de Passadiços do Paiva, vamos conhecer um pouquinho dessa história?


Os Passadiços do Paiva localizam-se na margem esquerda do Rio Paiva, no concelho de Arouca, distrito de Aveiro. São 8 km que proporcionam um passeio "intocado", rodeado de paisagens de beleza ímpar, num autêntico santuário natural, junto a descidas de águas bravas, cristais de quartzo e espécies em extinção na Europa. O percurso estende-se entre as praias fluviais do Areinho e de Espiunca, encontrando-se, entre as duas, a praia do Vau. Uma viagem pela biologia, geologia e arqueologia que ficará, com certeza, no coração, na alma e na mente de qualquer apaixonado pela natureza.

Fonte e um pouquinho mais da história aqui.

E aqui começa a minha experiência nessa aventura...

Para conseguir o convite para passeio, já que pelo site estava esgotado nos próximos finais de semana, paramos em Arouca para almoçarmos, e conseguimos fazer a reserva pelo o restaurante Tasquinha da Quinta paga se 1,00€ por pessoa o passeio.
Eu super recomendo almoçar lá, a comida é típica portuguesa e pratos regionais, preço bom e comida caseirinha, é uma combinação perfeita para mim ;-).


Pedimos entrecosto grelhado, acompanhado de batata frita e salada mista, rendimento 2 pessoas (até 3, se comer pouca carne como eu...kkk), e o preço ok.
Também tem entradinhas, tábua de frios..., que são top ;-)!
Ah, sugiro ligar e fazer a reserva antes para almoçar, porque lota o restaurante.


Logo que chega já são feitas as reservas para o passeio, e é impresso essa folha...


Depois da pança cheia...kkk...hora de começar o passeio...

O Passadiço é composto por duas extremidades, uma é Areinho e outra Espiunca, mas nos foi sugerido começarmos pela Espiunca, porque o passeio começa no plaino e para o final as escadas, e depois que fiz o percurso, super amei a dica, porque para mim que não estou habituada á essas aventuras, começar no plaino e guardar energia para o final, que só são 1.378 degraus de escada (e eu fui mentalmente preparada para 500 degraus, veja lá, a informação que me deram...kkkk...), foi super importante, então fica a dica aqui também ;-)...
 

Pelo caminho temos essa visão...
 






Durante o percurso encontramos a praia fluvial do Vau.
OBS: Essa praia tem como ir sem ter que fazer o passadiço.
Foi onde dei uma paradinha para um lachinho, e claro descansar um pouquinho...





Depois do lanchinho, segue o passeio, e logo após a praia fluvial do Vau, encontramos uma ponte (que quis atravessar na volta, já que na ida tinha muita gente á espera, e ainda faltava mais ou menos 5 km pela frente, então não queríamos "perder" tempo, já que na volta estaríamos mais tranquilos...).
Essa ponte é aquelas que vemos nas trilhas de esportes radicais, que fica ao meio dos rios, a metros de altura, sabem? Pois bem, a princípio fiquei meio "reciosa", uma vez que temos a imagem que balança e tudo mais..., e uma ponte que balança nas alturas, não é propriamente uma coisa lá muito confortável de se fazer, não é mesmo? Mas mesmo assim fui, e posso afirmar que é bem tranquilo, balança um pouquinho, porque é composta por cabos de aço, e é normal que balance um pouquinho, mas a sensação é muito boa, e me superei...
Confesso que já estava com as pernas bambas, porque já tinha feito ao todo 2.756 degraus, e quando atravessei essa ponte parece que até aliviou...kkkk...incrível a sensação e o lugar é tão lindo, e depois paramos e tomamos uma água fresquinha da fonte que tinha lá..., e foi mais incrível ainda esse contato com a natureza..., que ao meu ver é PERFEIÇÃO DE DEUS


E aqui começa as danadinhas das escadas...





As fotos foram tiradas na volta...








E esse zero é quando chegamos á outra extremidade, que fica em Areinho, que pode ser o começo também, para quem não se importar de começar com as escadas, mas já aviso, que é melhor "guardares" as energias para o que vem pela frente...kkk...
 
OBS: E para quem qiser terminar o passeio por aqui, tem como pegar um táxi e voltar.


E também aqui tem uma praia fluvial, e ao lado direito tem um barzinho, que paramos para descansar e tomarmos um geladinho (sorvetinho)...
 

E depois desse percurso que no site diz ser 8 km, mas no relógio TomTom marcou 8,5 km :-), é hora de voltarmos o percurso...
Quando estávamos voltando, já tinha feito 1,5 km, e subido algumas escadas (que eu achava que era apenas alguns degraus), deparamos com uma guarita que fica um segurança, estava com as pernas á tremer..., e então parei para recuperar e beber uma água fresquinha que compramos em um carrinho de uma Sra. que estava lá á vender, e então perguntei para o segurança quantos degraus tinha ao total do percurso (passeio), e ele me disse 1.300 graus de uma extremidade á outra, e ainda ele me disse, só esses 1,5 km que eu tinha percorrido, já tinha feito 500 degraus, o qual foi a minha cara de espanto, porque lembram que mencionei acima que fui preparada mentalmente para 500 degraus ao total? Pois bem, informação é tudo minha gente...kkkk...
E depois que descansei segui o percurso...

E aqui terminei o passeio onde comecei, e não acreditando que tinha feito ao total 17 Km, e supostamente 2.600 degraus, já que o primeiro segurança tinha me dito que ao total de degraus só ida seria 1.300 então ida e volta daria 2.600, perguntei novamente á outro segurança, e ele me disse que são 1.378 e não 1.300, somando 2.756 degraus, se bem que os 78 que "faltaram" supostamente na conta matemática :-), não faria tanta diferença para quem fez mais de mil, mas rapidamente fiz a conta, e faz sim toda a diferença...kkk...
Bom, o mais importante aqui, não é a conta matemática correta, e sim o passeio, que é incrível, e que parece cansativo, na verdade é, mas como é passeio, a gente vai parando, comendo, bebendo muita água para aguentar o pique..., e tudo torna prazeiroso e delicioso de fazer...e que eu Daniela super recomendo para quem ama aventuras na natureza...
 
Ah, uma sugestão, é para levarem lanches, frutas, água...
Eu levei, mas também se não se importarem de gastar, não se preocupem com isso, porque tem vários lugares ao longo do caminho para comer e beber..., como eu não sabia, levei.
 


E aqui termino o relato dessa experiência incrível, e de muita superação pessoal..., que deixou muitas saudades e um gostinho de quero voltar em breve ❤❤❤

Espero que tenham gostado de conhecer um pouquinho mais de um cantinho que é um paraíso em Portugal! E eu super recomendo o passeio, para quem está ou vem para Portugal, uma coisa eu posso garantir, a visão é incrível e maravilhosa, para quem gosta de aventuras e natureza, com toda certeza vai amar mais essa experiência.

Ah, tentei gravar um vídeo, mas consegui poucas imagens, e está lá na fanpage aqui.

Tenham um lindo e abençoado domingo...E um bjinho da Dani meus amores ❤